CARTUM, ECONOMISTA PENSA DEMAIS, POST 36, ALIANÇA BRASIL CHINA

Porto Alegre, 25 de setembro de 2021, 18:10 

Eu tenho procurado inserir nesta seção temas atuais da conjuntura, seja em âmbito internacional, seja no contexto nacional. 

Eu busco utilizar o meu blog para referenciar informações selecionadas que eu acredito que devem chegar ao conhecimento de professores e estudantes de economia e de áreas afins.

Na verdade eu lido com tantas informações, dia a dia, ano a ano, década a década, que é um exercício acadêmico fazer a seleção do tema que será objeto do post diário que eu publico no blog.

Imagens gravadas de vídeos, textos da imprensa, papel e digital, revistas e jornais, se acumulam à minha frente como matéria que eu preciso analisar em algum momento no futuro.

Hoje eu percebi que havia separado uma revista para referenciar no meu blog, mas por alguma razão os dias passaram e eu não realizei a tarefa.  Faça-a hoje.

A publicação é a edição de agosto do jornal Valor Especial, intitulada Brasil China, que tem como título de capa Aliança Promissora, Potencial de negócios atrai investimentos.  E um destaque, textos em português, em inglês e em mandarim.  Eu lembro de ter manuseado publicações em dois idiomas, mas essa é primeira vez que eu manuseio uma revista em três idiomas.

Na abertura da revista há uma introdução – carta ao leitor – que fala em acordo para avançar mais.  Há números sobre o comércio bilateral, a participação do destino China nas exportações nacionais, o agronegócio e o minério de ferro.

São 122 páginas com conteúdo excelente, apresentados em papel de qualidade, que partem do cenário, uma cooperação sólida a longo prazo, à página 12 da revista, e que encerra com o Cultura e Turismo, à página 122 da publicação.

Leitor, a revista é uma obra que não deve faltar na sua biblioteca.  É preciso reservar algum tempo para ler o conteúdo da publicação porque houve um grande trabalho dos autores dos textos. 

Eu recomendo uma atenção redobrada à seção Corredor Econômico, de autoria de Roberto Rockmann, com uma matéria intitulada Oportunidades com nova Rota da Seda, o ambicioso programa que engloba sessenta países. 

…        

Para encerrar, eu recomendo a leitura da Revista como se fosse um livro.   Ela é muito importante em termos de política, de economia e de futuro.

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO: ESTRADA TABAÍ SANTA CRUZ

Eu andei por muitos anos pelo Rio Grande por estradas esburacadas  e caminhos vicinais.   A primeira vez que vim a Porto Alegre eu conheci estradas asfaltadas que existiam nas adjacências da capital.   

Ainda hoje, aos 77´, eu lembro daquele tempo em que eu pensava as vias rodoviárias como algo utópico para a população da fronteira oeste do Estado.   Parecia um sonho que eu via somente nos filmes americanos dos anos cinquenta. 

A NARRATIVA MAIS RECENTE DE JEROME POWELL (FED)

Porto Alegre, 24 de setembro de 2021

Post 01.09.94

01 INTERNACIONAL, 09, Conjuntura norte-americana, 94 número de ordem do post

CANTINHO DA PANDEMIA:  A crise sanitária surpreende na Áustria.  Há 1754 novos casos no país e a média nos últimos sete dias é de 1672 casos.  Tudo isso acontece em meio a uma nova onda da Covid19.

A China divulgou hoje a informação que aconteceram 66 novos casos de Covid19 no país, dos quais 28 são importados.

CONJUNTURA NORTE-AMERICANA:  O leitor percebe que eu procuro mantê-lo atualizado de todas as manifestações de Jerome Powell porque ele está no centro das decisões de encerrar os estímulos e de elevar a taxa básica de juros na economia dos Estados Unidos.

Pois ontem eu fazia gravações para a minha videoteca quando o programa Bloomberg Surveillance anunciou a presença de Jerome Powell, Federal Reserve Chairman, o presidente do FED. 

Powell surgiu na tela com um terno cinza claro e um gravata lilás, tendo uma bandeira dos Estados Unidos de um lado e uma do Sistema de Reserva, do outro.   Ele se mostrou extremamente burocrático como se estivesse lendo um texto em um telão à sua frente. 

Essa quarta-feira era o segundo dia de reunião do Comitê de Política Monetária e Powell realizou uma coletiva de imprensa.   A grande expectativa estava relacionada a dois fatos, o encerramento dos estímulos fiscais e a elevação das taxas de juros.

Em primeiro lugar ficou evidente que  a desaceleração nas compras mensais de ativos (tapering) de US$ 120 bilhões, vai acontecer.  Ficou a impressão que isso deve acontecer nos próximos meses, talvez novembro se a economia mantiver o ritmo atual, mas não se sabe quando ela chegará ao fim.

Quanto à elevação dos juros, até aqui as autoridades afirmavam que a inflação estava acima da meta de 2,0%, mas que ela permaneceria algum tempo nesse cenário e, posteriormente, convergiriam para o objetivo fixado pela autoridade monetária.

Na oportunidade, Powell afirmou que o avanço do IPC foi além do esperado tendo em vista as restrições de oferta cuja duração foram além das projeções da Instituição.    Dessa forma, o quadro vai se manter por alguns meses até a esperada queda esperada pelas autoridades monetárias.

Eu creio que ao fim e ao cabo, o processo decisório prossegue em standby.  As informações divulgadas não estavam muito longe do que os investidores esperavam.  O que faltaram foram datas mais precisas por parte do chairman do FED.   

O tapering é para novembro?  Pode ser para dezembro?   E a inflação elevada ficará até quando?  Permanecerá ao longo de todo o exercício de 2022?

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO: RUA DA PRAIA, PORTO ALEGRE, ANTES DA PANDEMIA

A imagem é de antes da pandemia, verão de 2019.  Muito calor no Centro Histórico e muita gente nas ruas.   Quem iria imaginar que meses mais tarde a Esquina Democrática estaria ocupada por transeuntes com máscara de proteção e evitando qualquer aglomeração?  

Eu confesso que escrevi sobre todas as crises econômicas desde o fim dos anos 60.  Nunca vi algo igual.  Nas instabilidades do pretérito tudo era muito especificado, do diagnóstico da situação às propostas do governo para superação das crises.

Dessa vez, o script foi diferente.  Há uma guerra contra o inimigo invisível. Eu fui atrás dos jornais do Rio de Janeiro da época da gripe espanhola.  Tudo o que eu li nos periódicos de 1917-18 estão presentes na realidade de 2020-21.

Um ponto que me marcou nos jornais do século passado é que eu li que a gripe espanhola terminou de forma abrupta.  Foi com chegou, de forma inesperada 

CARTUM, ECONOMISTA PENSA DEMAIS, POST 35, PRECIFICAÇÃO DO CARBONO

Porto Alegre, 23.09.2021, 18:10 

Eu tenho procurado inserir nesta seção temas atuais da conjuntura internacional, dentre eles, a sustentabilidade, o clima, o meio ambiente e a Amazônia.

Há alguns dias eu assisti um vídeo no site do FMI que eu achei que deveria referenciar a matéria e postá-la no meu blog.  Faço-o hoje.

Refiro-me ao vídeo de apenas três minutos de duração, em inglês, mas legendado, em que é apresentada uma explicação sucinta sobre o que é a precificação de carbono.  Algo meramente ilustrativo que serve como uma introdução ao tema, mas que vale a pena conhecer.  

Nas imagens o leitor entenderá como ela pode ajudar a combater as mudanças climáticas.  Daí a denominação do video “De volta ao básico”.

O leitor pode acessar ao video no endereço eletrônico   https://www.imf.org/en/videos/view?vid=6272995120001

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO: ELEVADOR DE SANTA JUSTA, LISBOA, 1968

O elevador de Santa Justa é um meio de transporte público disponível na capital portuguesa.  Ele tem uma altura de 45 metros e liga a rua do Ouro, na Baixa, à rua do Carmo, localizada no Largo do Carmo.

Na torre fabricada de ferro fundido circulam duas cabines de madeira.  A ideia da obra surgiu na década de 1890, mas foi inaugurado somente em 1902.   

Quando eu fui morar em Portugal eu utilizei o elevador em três ou quatro oportunidades. Isso porque ele é um verdadeiro mirante para uma vista da Baixa.

Paga-se um bilhete para utilizar do recurso do transporte disponível aos transeuntes.  Podem subir 20 pessoas e descer 15 pessoas no elevador.  O preço do bilhete é o equivalente a R$ 32,30, ida e volta.  O acesso ao mirante, sem o elevador, custa o equivalente a R$ 9,40. 

 

AS ESCUTAS DO SISTEMA DE RESERVA FEDERAL DOS EUA (FED LISTENS)

Porto Alegre, 22 de setembro de 2021

Post 01.09.93

01 INTERNACIONAL, 09, Conjuntura norte-americana, 93 número de ordem do post

CANTINHO DA PANDEMIA:  Estou sempre atento à imprensa da Índia e da China para monitorar o momento da crise sanitária com a presença da variante Delta

O Times of India informou que há abertura gradual de shoppings, cinemas, escolas, trens e locais de cultos, sem casos excessivos de Covid. 

CONJUNTURA NORTE-AMERICANA:  Há algumas semanas eu pretendia elaborar um post sobre as FED Listens, Escutas do FED, visando repassar a informação para professores e alunos de Economia e de áreas afins.

… 

Objetivamente, o Sistema de Reserva Federal (FED) conta com uma iniciativa, as Escutas do FED  que visa obter um retorno de como a política monetária impacta a vida das pessoas.

A fonte das informações são os proprietários de pequenas empresas, as comunidades de baixa renda, as organizações que promovem o desenvolvimento, as faculdades comunitárias, os funcionários, os sindicatos e os aposentados. 

O FED contabilizou um total de quatorze eventos no ano de 2019, antes da pandemia.  Posteriormente, em maio de 2020, em plena crise sanitária ,foi promovido o décimo-quinto Listens, que tratou do impacto da Covid19 sobre as comunidades locais.

Na FED Listens # 1, a expectativa era obter um feedback amplo à Reserva Federal.  Com o avanço das experiências, o evento # 15 mostrou que a Instituição absorveu o conteúdo recebido como uma parte obrigatória no entendimento abrangente da política monetária em curso. 

Foi assim que Jerome Powell publicou um post intitulado Observações Introdutórias em que ele enfatizou que os eventos Escutas do FED permitiu a escuta direta das pessoas nos setores da economia, nas comunidades distribuídas por todo o país, fazendo com que as autoridades tenham um retrato econômico completo dos Estados Unidos.

Eu creio que um ponto que ele destacou me chamou a atenção, qual seja, a FED Listens contribuiu para que o país avançasse nessa fase de “quebra de precedentes”. 

Se eu entendi corretamente, Powell procurou chamar a atenção que a recessão da pandemia apresentou uma velocidade e uma intensidade de mudança sem precedentes modernos. 

O leitor pode acessar a minha fonte no endereço eletrônico https://www.federalreserve.gov/newsevents/speech/powell20210924a.htm

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO: VERÃO EM HOUSTON 1970

A minha estada na Universidade de Houston (UH) foi extremamente interessante.  Eu iniciava a minhas experiência como graduate student, estudante de pós-graduação, na Faculdade de Economia da Instituição. 

Eu era professor da UFSM e concorri a uma bolsa de Estudos nos Estados Unidos através da Organização dos Estados Americanos.   

Desde o início eu tinha muitas obras para ler e muitas tarefas acadêmicas para realizar.  Era uma experiência única para quem exercia o magistério no Brasil, mas não dispunha de tamanha orientação docente e de tantos recursos bibliográficos. 

 

A par dos estudos a UH promovia atividades de recreação nos finais de semana.    Os meses de verão eram de calor excessivo. 

Eu lembro de quantos momentos agradáveis eu convivi com os meus colegas, a grande maioria asiáticos, que também usufruiam da infraestrutura disponível para o corpo discente da Instituição.

Eu lembro de quantos momentos agradáveis eu convivi com os meus colegas, a grande maioria asiáticos, que também usufruiam da infraestrutura disponível para o corpo discente da Instituição.

Quando eu voltava para a cidade no domingo à tardinha eu me sentia totalmente recuperado do ritmo de estudo que a universidade impunha aos alunos. 

EVERGRANDE, OBRAS, ESTÁDIOS E ESPORTES

Porto Alegre, 21 de setembro de 2021

Post 01.11.26

01 INTERNACIONAL, 11, Conjuntura chinesa, 26 número de ordem do post

CANTINHO DA PANDEMIA:  Eu li no jornal El Periódico de Extremadura que das 31 pessoas que acessaram aos hospitais locais metade estava vacinada.

CONJUNTURA CHINESA:  Anteontem, dia 19 do corrente mês, eu escrevi um post sobre as alternativas que eu pensei para o caso Evergrande, a reestruturação da dívida ou intervenção das autoridades.

Naquela ocasião havia a expectativa que houvesse pagamento aos bancos ou que os mesmos decidissem pelo default.  Tudo aconteceu em meio a um feriado.  A situação não se definiu na segunda-feira e nem na terça-feira. 

No dia seguinte ao meu post, quarta-feira, dia 21 do corrente mês, o Banco Popular da China retomaria as atividades de mercado aberto e havia perspectiva que houvesse algum encaminhamento para o caso Evergrande.

A incorporadora imobiliária chinesa é dirigida por Xu Jiayin, o presidente da Evergrande Group, e tem sede em  Guangzhou.  Ela iniciou as atividades em 1996 com a razão social atrelada ao Hengda Group

Na Wikipedia eu obtive a informação que a empresa mantém 700 projetos imobiliários em 240 cidades.   Dentre elas, destacam-se Beijing, Shenzhen e Xangai. 

Alem disso, cabe o destaque que ela é proprietária do Guangzhou Evergrande, campeão chinês de futebol de 2020, e o maior clube de futebol do país.   

A propósito,  é preciso lembrar que o Clube Guangzhou assinou um convênio com a Fundação do al Madri no ano de 2012. com a participação de Florentino Perez.   

Felipão venceu os campeonatos da China de 2015, 2016 e 2017, uma copa da China em 2016, duas Supercopas de 2016-17 e a Liga dos Campeões da Ásia de 2015. 

A incorporadora lançou a pedra fundamental de um estádio para o clube no exercício passado e se propôs  a construir dois outros estádios de futebol para oitenta mil espectadores em regiões a identificar  no território chinês.  

A preocupação com o caso Evergrande está associada à necessidade das autoridades locais em injetar liquidez na economia.   Essa decisão gera consequências sobre a percepção do desempenho da economia chinesa à frente.   

A repercussão nos índices das principais bolsas internacionais é uma decorrência natural do processo em curso.

A Evergrande tem um impasse a resolver no curtíssimo prazo que compreende em honrar o serviço da dívida que alcança uma soma superior a 250 milhões de euros.  Todos os dias há uma informação nova sobre o caso em curso e ela repercute no resultados das bolsas internacionais.  Vou prosseguir monitorando o assunto.

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO:  Aeroporto de Tocumen, Cidade do Panamá

O ano é 1968 e eu me encontrava no Internacional de Tocumen, na Cidade do Panamá.   Observe o leitor, que na oportunidade eu estava utilizando a tecnologia da época.   

Era preciso inserir o filme na máquina fotográfica, seguir todas as recomendações técnicas para que o produto final pudesse representar uma imagem de qualidade.

Qualquer erro na sincronização das exigências implicava uma fotografia escura ou fora de foco, que o fotógrafo amador ia conferir depois que foto fosse revelada e entregue ao cliente com um prazo superior a quinze dias.    

Eu lembro que depois eu aderi as fotos em slides que era menos complicado e permitiam que eu fizesse uma apresentação em público através de um projetor específico para essa atividade.

OCDE, NOVOS NÚMEROS PARA AS PRINCIPAIS ECONOMIAS NA RETOMADA GLOBAL

Porto Alegre, 20 de setembro de 2021

Post 01.01.67

01 INTERNACIONAL, 01, Conjuntura global, 67 número de ordem do post

CANTINHO DA PANDEMIA:  O governo Biden comprometeu-se em transferir mais 500 milhões de vacinas ao Exterior no próximo ano.

CONJUNTURA GLOBAL:   Eu estou atento a todas divulgações que digam respeito ao comportamento da economia mundial, seja em termos do PIB global ou do Produtos das maiores economias nacionais.         

A minha atenção é redobrada quando a fonte é o Banco Mundial, a Organização Mundial do Comércio, O Fundo Monetário Internacional, o Banco Central Europeu, o FED, o e Banco Popular da China e outras tantas instituições internacionais e;ou nacionais que analisem, sistematicamente, em nível global.

A OCDE  divulgou hoje que a recuperação prossegue em ritmo intenso.   A OCDE atribui o comportamento global  ao avanço das vacinações e às ações dos governos e dos bancos centrais.

Chama a atenção do analista é que a economia entrou na pandemia com determinados desafios e saiu com outros.   Porque?  Por que a recuperação é desigual..   

..

Os números são apresentados para 23 países, para o biênio 2021-22.  O Brasil ocupa a décima quinta posição (5,2%) em desempenho em 2021 e ficou em vigésimo primeiro lugar (2.3%) em 2022.   Um comportamento sofrível no contexto das nações selecionadas para o ano que vem.

Em 2021, os cinco países que lideram o grupo, com as respectivas taxas de crescimento do PIB, em 2021 são: a China (8,5%), a Turquia (8,4%),  a Argentina (7,6%), a Espanha (6,8%) e o Reino Unido e a India, ambos com 6,7%.  

Em 2022, o grupo líder será formado por Índia (9,7%), Espanha (6,6%), China (5,8%), Reino Unido (5,2%) e Indonésia (4,9%).

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO:  POR DO SOL DO GUAÍBA 

Antes da pandemia eu fui um domingo à tarde à orla do Guaíba.    Havia muita gente, mas eu consegui encontrar um ponto onde havia um grupo reduzido de pessoas e, aí, eu bati a foto abaixo.

Eu achei a imagem belíssima.  Eu confesso que estou a cinco décadas fotografando como amador, mas nem sempre os produtos que obtenho tem um pano de fundo tão lindo como aconteceu naquele dia junto ao Guaíba.  

EVERGRANDE, REESTRUTURAÇÃO DA DÍVIDA OU INTERVENÇÃO DAS AUTORIDADES?

Porto Alegre, 19.09.2021, 18:10  

Post 01.11.25 

01 INTERNACIONAL, 09 Conjuntura econômica,  86 Número de ordem

CANTINHO DA PANDEMIA:  Na comunidade autônoma de Estremadura, na Espanha, há informações que as autoridades pretendem debater a possibilidade de adotar a máscara em todos as estações de inverno à frente.

 

CONJUNTURA CHINESA: Em meio à recuperação da economia chinesa surgiu o episódio relacionado às limitações enfrentadas pela Evergrande, a incorporadora imobiliária,  no contexto nacional.

No dia 14 do corrente, após a agência Fitch destacar a possibilidade de um problema com a Evergrande, no dia 15,  a agência S&P reduziu a classificação da Evergrande para CCC com base nas dificuldades de liquidez enfrentada pela empresa.

O receio que se formou no contexto internacional é que a crise habitacional chinesa lembra a crise habitacional norte-americana –  a crise das subprimes – que levou a economia internacional a Grande Recessão Mundial de 2009. 

Isso posto, nos últimos dias o mundo ficou em stanby perante a incerteza originada na China.  É possível que o governo de Beijin sinalize que dará algum respaldo ao passivo  de 300 bilhões de euros da Evergrande?

O que há de concreto até o momento é que o Ministério da Habitação informou que a incorporadora não pagará os juros aos bancos credores amanhã, segunda-feira, dia 20 de setembro. 

Isso aconteceu porque houve a suspensão de alguns projetos habitacionais da Evergrande e a situação de caixa se agravou na empresa. 

Nesse contexto, sobrou à incorporadora buscar recursos para honrar os compromissos com juros dos empréstimos.   E havia expectativa que ela cumprisse, nesse fim de semana, os compromissos com investidores recorrendo a pagamentos com descontos.  Na verdade, isso não aconteceu. 

As ações da Evergrande recuaram 80% em um ano.   Com as quedas consecutivas recentes das ações, algo em torno de 10% nos últimos dias, a indagação que o mundo se faz é se haverá uma reestruturação da dívida imobiliária da empresa?

E qual o impacto desse fato na retomada econômica da China?    Ora, a redução dos projetos da Evergrande fez com que a empresa tomasse 88 bilhões de dólares de intermediários financeiros com vencimentos de 40 bilhões de dólares no primeiro semestre do próximo ano.   

Enfim, nesse momento de tamanha instabilidade o governo procura mostrar que a situação está sob controle.  Os bancos – Agricultural, Industrial & Commercial e Minsheng – estão entre o risco do default da incorporadora e o possível suporte das autoridades para normalizar as expectativas dos agentes econômicos.

Os analistas estão adiando o monitoramento da situação até depois dos dias de feriado. Isso acontecerá no próximo dia 22 quando o Banco Popular, que vem injetando liquidez na economia,  retomar as operações de mercado aberto.

Boa noite, leitor do blog!.

FOTO ABAIXO:  O ANTIGO ABRIGO DOS BONDES

Segundo as informações históricas o Abrigo dos Bondes foi realizado em duas etapas, 1930 e prolongado em 1935. 

A primeira linha de bondes puxados a mulas na capital foi construída em 1864.   A primeira companhia de bondes elétricos surgiu em 1906 e começou a funcionar em 1908.

 

Quando eu vim a Porto Alegre pela primeira vez, em 1959, eu me tornei passageiro daquele meio de transporte.  Em 1970, houve despedida dos bondes por parte da população local tendo em vista que a última viagem do veículo ocorreu em 08 de março.

A DECISÃO DA CHINA DE ADERIR À ALIANÇA COMERCIAL DO TRANSPACÍFICO

Porto Alegre, 18.09.2021, 18:10  

Post 01.11.24

01 INTERNACIONAL, 09 Conjuntura econômica,  86 Número de ordem

CANTINHO DA PANDEMIA:  As vacinas para crianças pequenas está na pauta da mídia internacional.  Aguarda-se para breve uma posição das autoridades norte-americanas.

ANÁLISE DA CONJUNTURA:  Nos últimos dias houve uma grande repercussão da formação do grupo AUKUS que foi motivo do post que eu escrevi anteontem, dia 16.09.2021.   Na oportunidade eu destaquei que Trump se distanciou dos antigos parceiros e Biden está procurando a reaproximação dos mesmos. 

Nesse momento eu vou escrever sobre a reação da China, na área da Economia, à proposta norte-americana, nas áreas da Defesa e Segurança. 

No momento que americanos, britânicos e australiano criaram o AUKUS, a França, que era uma parceira até então se sentiu traída.   A França estava produzindo submarinos para a Austrália quando o AUKUS surgiu para, entre outras iniciativas, produzir submarinos nucleares para a Austrália.

O problema da China é que ela se sentiu ameaçada com submarinos nucleares australianos na região do Indo Pacífico.   A solução formalizada pela China foi propor participação na CPTPP, a  Comprehensive and Progressive Agreement for Trans-Pacific Partnership.

Os Estados Unidos participavam e lideravam a CPTPP, conhecida como a Tratado de Associação Transpacífico que congrega entre onze países, a Austrália, o Canadá e o Japão, mas Donald Trump retirou o país da mesma em 2017. 

Xi Jinping parecia saber que Donald Trump abriria espaço para a China à medida que se retirou da CPTPP. 

Tudo porque ele fez um balão de ensaio quando a China ingressou na RCEP, na Regional Coprehensive Economic Partnership, a Parceria Econômica Global Abrangente, da qual participam quinze países.

… 

Logo, toma forma um novo cenário regional no Indo Pacífico, com os submarinos americanos nas mãos dos australianos e com a presença generalizada dos chineses na área econômica.  Vou monitorar o novo contexto em meu blog. 

Boa noite, leitor do blog! 

FOTO ABAIXO:  FEIRA ESTADUAL DO PÊSSEGO

O DESEMPENHO DA ECONOMIA CHINESA EM AGOSTO

Porto Alegre, 17.09.2021, 18:10 

Post 01.11.23

01 INTERNACIONAL, 10 Conjuntura chinesa, 23 Número de ordem do post

CANTINHO DA PANDEMIA:   A região da Catalunha, na Espanha, está vacinando a terceira dose nos idosos.

A Argentina contabiliza um imenso passivo no setor do turismo.   Durante a pandemia, houve uma perda de três milhões de visitantes.  Os jornais argentinos de hoje dão conta que o país está lançando um plano para recuperar essa fonte de receita importante para a economia local. 

CONJUNTURA CHINESA:  Os dados divulgados sobre o comportamento da economia chinesa para o mês de agosto confirmam que ela prossegue em seu modo de recuperação. 

O Escritório Nacional de Estatísticas informou que a Produção Industrial cresceu 5,0% na comparação interanual e 11,2% na comparação com agosto de 2019.   Quanto às vendas no varejo houve um incremento de 2.5% na comparação interanual. 

A par do bom desempenho setorial, embora as vendas do varejo tenham recuado de julho para agosto – os investimentos em ativos fixos nos período de janeiro a agosto de 2021 avançou em 8,9% na comparação com igual período de 2020. 

Destaque para os investimentos na Indústria no mesmo período cujo incremento atingiu a taxa de 15,7%.  Eu não poderia concluir o comportamento da economia em agosto sem fazer referência ao mercado de trabalho.   

Nos meses de julho e agosto, a taxa de desemprego urbano se manteve em 5,1%.  No período janeiro a agosto de 2021, a China gerou 9,38 milhões de empregos urbanos. 

… 

Vale a pena registrar que o material de divulgação da XinhuaNet de ontem, dia 16 de setembro, informou que a taxa de desemprego de jovens, 16 a 24 anos, recuou de 16,2% em julho para 15,3% em agosto de acordo com o Escritório Nacional de Estatística.

É isso aí.  Boa noite, leitor do blog!  

FOTO ABAIXO:  MERCADO PÚBLICO DE PORTO ALEGRE

Antes da pandemia o Mercado Público de Porto Alegre recebia um grade número de clientes. No dia que eu bati a foto havia uma atividade de natureza religiosa no  centro do estabelecimento que tem 150 anos de idade. 

No cruzamento das duas vias internas principais do prédio há uma entidade, o Bará do Mercado, o que abre caminhos, que é considerado patrimônio histórico de Porto Alegre. 

AUKUS, A CRIAÇÃO DE UM NOVO GRUPO VOLTADO À SEGURANÇA INTERNACIONAL EM ÂMBITO REGIONAL

Porto Alegre, 16.09.2021, 18:10 

Post 01.01.66

01 INTERNACIONAL, 01 Conjuntura global, 66 Número de ordem

CANTINHO DA PANDEMIA: A adaptação de profissionais de saúde à intensidade de trabalho trouxe um impacto psicossocial sobre os mesmos.   Eu tomei conhecimento da informação na edição eletrônica do jornal Times of India.

Nos Estados Unidos, os funcionários públicos federais, em atividade presencial ou não, deverão estar vacinados até o dia 20 de outubro próximo vindouro. 

CONTRATO DO SÉCULO:   As pautas globais despertam muito interesse da minha parte há muitos anos.   É como seu eu estivesse montando um quebra cabeças internacional cujas peças vão surgindo sempre logo à frente.

Ontem eu tomei conhecimento da formação do AUKUS, que identifica o grupo formado Austrália, Reino Unido e Estados Unidos.   Eu tenho escrito sistematicamente que o governo Trump interrompeu as tradicionais parcerias norte-americanas e quando Joe Biden assumiu o perfil de acordos entre nações havia mudado.

Eu creio que Biden percebeu a existência de um novo cenário internacional e o papel da China no mesmo e resolveu agir, em defesa e segurança, formalizando um acordo com os australianos e os britânicos.

Nesse novo contexto Biden optou por fazer frente à China na região biogeográfica oceânica do Indo-Pacífico.   Dessa forma, a Casa Branca jogou pesado.  Os australianos serão aquinhoados com, nada menos, nada mais, submarinos nucleares.   

Na verdade, os equipamentos ainda serão desenvolvidos, não é produto pronto.  Quem reagiu intensamente à formação do AUKUS foi Jean Yves Drianm, o ministro das Relações Exteriores da a França que já mantém com a Austrália, desde 2016,  um acordo de produção de doze submarinos no valor de 31 bilhões de euros,   

Drianm disse que Biden estava tendo um comportamento ao estilo brutal de Donald Trump, mas Jen Psaki, mensageiro do governo democrata, respondeu que o presidente norte-americano irá contactar com Emanuel Macron oportunamente porque eles são parceiros na Covid .

O impasse surgiu porque a Austrália havia negociado a compra de tecnologia francesa e, de repente, fechou acordo paralelo – sistemas submarinos, segurança à distância e inteligência universal – com os Estados Unidos. 

…   

Para encerrar, duas conclusões:  a primeira, antes do Contrato do Século a Austrália cobrava atrasos por parte da França que exigia multas em pagamento, agora a situação se inverteu, o governo de Paris se sente traído face os últimos acontecimentos. 

A segunda, a criação do AUKUS levou o embate entre americanos e chineses a subir um degrau nesse meses desde que Trump deixou a Casa Branca.

Por hoje, é só. Boa noite leitor do blog!

FOTO ABAIXO: MOVIMENTAÇÃO NA PRAÇA DA PRAÇA DA MATRIZ

Eu vim para Porto Alegre no início dos anos 70 e passei a residir no beco da rua General João Manoel.   Nesse tempo todo eu fiquei acostumado a conviver com todo o tipo de manifestação em frente ao Palácio Piratini.

Na foto abaixo eu captei um grupo de manifestantes junto ao prédio da Assembleia Legislativa.  Eu acessei às instalações e de dentro eu consegui captar a imagem que mostra uma equipe de televisão gravando uma matéria em primeiro plano e os manifestantes, ao fundo.