BRASIL, o incrível hiato entre a geração e a absorção da informação

Agora são 09h39 no horário de Porto Alegre, Brasil.  Foram alguns minutos de folga e já estou de volta ao blog.  Quando não há limitações à frente é preciso aproveitar o tempo.  Há muito, muito, muito mesmo para escrever.  São oito horas de gravações diáras na sala do meu apartamento. 

No meu estúdio há cinco telas abertas, outra torrente de informações. O hábito de escutar alguns minutos durante o dia de rádio com som gerado no Exterior.  Uma rádio de Hiroshima hoje, outra de Andorra la Vieja, amanhã. E por aí eu avanço durante o dia…pabx digital

Há o interesse por música popular brasileira que eu escuto nas rádios do Rio. Ele me liga a novas fontes.  Anteontem à noite, assim como todo o domingo às 23h00, o Marcelo Boscoli, o filho da Elis, apresenta o programa Em cartaz na Rádio Globo.  Uma preciosidade para quem não está ligado na música sertaneja. 

Devo ter cometido um erro ao ficar com a preferência pessoal congelada na Bossa Nova.  Faço força para migrar de lá, mas não consigo.  Continuo ligado no samba e no pagode. No âmbito local, aprecio do Lupicínio ao Kleiton e Kledir. 

E marginalmente tenho que administrar o meu limitado tempo no acompanhamento da dupla Grenal.  Ontem foi uma noite de acompanhar o Internacional no Maracanã.  Três a zero, sem deixar dúvida.

É um fluxo incessante de informação que jorra por todos os lados. E as taxações de jornais?  Não é que eu tinha esquecido os jornais.  Cinquenta anos taxando, não “é mole”.   A todas essas fica difícil entender como o governador tomou a decisão de terminar com a FEE.   Ele levou a estatística de volta ao que era no governo Triches.  

Ainda há algumas dispersões eventuais.  Ontem nessa busca incessante por novas informações me deparei com Un village français, no canal TV 5 Monde.  Uma preciosidade. Mostra detalhes da guerra que dão o que pensar.  As cenas são de la libération français e acontecem no ano de 1944, o ano em que eu nasci. 

Os alemães recuando, as forças aliadas avançando e os franceses encurralados.  Normalmente eu acompanho material sobre a guerra via documentários.  Não sou de apreciar filmes sobre a guerra, mas Un village français  mostra a tensão permanente em que vivem os moradores do local, a morte à ronda da população, perigos de um lado e de outro e o desafio de como conviver com tanta ansiedade. pabx digital

Informações e contra informações, espiões e pessoas comuns, militares e civis, idosos e crianças, é incrível que tudo isso tenha acontecido e que os mesmos países que sofreram tanto no passado se neguem a dar abrigo aos migrantes que fogem dos territórios em guerra, arriscando a própria vida em barcos lotados de gente, sem os menores recursos para sobreviverem a qualquer fato superveniente.  

FOTO ABAIXO:  Avenida Salgado Filho, Centro Histórico de Porto Alegre, 09.08.2018, 19h00pabx digital

 

TURQUIA, crise tende a se expandir ainda mais?

Ligo a televisão depois de breve pausa.  É preciso realizar uma recorrida po diversas fontes.  Passo pelo canal Bloomberg e percebo que os entrevistados estão analisando o decimo aniversário da crise da Grande Recessão.  Um tema maravilhoso. Para quem dispõe de tempo é um tema maravilhoso para acompanhar.  O problema é que a crise turca está bombando. É um fogo cerrado de informações.  Elas se deslocam em todas as direções com intensidades diversificadas.

Parei de navegar à medida que percebi a imagem de Endorgan na tela,    Naquele momento os analistas passaram a debater a expansão da crise turca.   Hoje foi um dia de grande importancia no mercado de capitais pois há imensa incerteza com relação ao desdobramento da crise do governo de Ancara.

O embate entre Donald Trump e Recep Endorgan afetaram a moeda turca e as economias emergentes de forma generalizada.   Para que um investidor vai se manter entre os países emergentes se os EUA convivem com pleno emprego e a taxa básica de juros está subindo e atraindo capitais?

Ontem eu escrevi um apanhado sobre a crise turca.  Agora os analistas estão acreditando que ela vai se expandir ainda mais.

FOTO ABAIXO:  Avenida Salgado Filho, Centro Histórico de Porto Alegre, 09.08.2018, 18h00 

 

BRASIL, bom dia leitor do blog

INVERNO

São 06h58 em Porto Alegre, Brasil.  A  temperatura é de 10 graus, a umidade de 100% e o vento de 4km/h. Durante o dia a capital gaúcha terá sol com algumas nuvens e muitas nuvens à noite.  Segundo o site do Climatempo a temperatura máxima alcança 24 graus, mas não chove.  Para amanhã a previsão é de temperatura entre 11 e 18 graus e não chove.

POLÍTICA

Sem polarização no contexto político, o Brasil sofre com ausência de propostas e incerteza total sobre o pleito de outubro.  Brancos e nulos devem estar no teto.  Como está, eu não creio que possa haver renovação no Congresso. Marina afirmou ontem que vai por em prática uma reforma política com o fim da reeleição.  O debate sobre as reformas está muito distante da pauta dos candidatos.   Quem pode propor um ajuste das finanças públicas? Quem pode equilibrar as contas da previdência?  Quem pode sinalizar a retomada da infraestrutura?

ECONOMIA

Em ambiente de crise turca contagiando as economias emergentes, o Ibovespa fechou em 77.496,45 pontos (+1,28%), com altas da Kroto, Petrobrás, Bradesco e Vale, e o dólar comercial em R$3,897 na venda (+0,86%).  Piora a situação da Turquia, mas melhora o relacionamento entre as duas Coreias que agendaram uma reunião de cúpula para setembro na terra de Kim.  Endorgan falou em um siege, um cerco da comunidade internacional. 

O governo de Ancara injetou US$ 6 bilhões de liquidez na economia, mas sem obter resultados.  A lira tinha sofrido uma debacle de 40% perante o dólar no fim da semana. Ontem houve nova desvalorização da lira que foi trocada a TRY 6,43 por dólar. Hoje o presidente turco disse que a lira permanecerá forte contra o dólar. Assim como as economias emergentes, a Itália e a Espanha sofrem contágio da crise.  Na Romênia há multidão nas ruas em mais um dia de pressão sobre as autoridades dada a presença da corrupção no país. 

FUTEBOL

Inter venceu o Fluminense no Rio por três a zero.  Eu creio que foi a melhor partida do colorado no campeonato.  Defendeu em bloco e contraatacou em correria danada.  D’Alessandro entrou no segundo tempo, mas fez uma boa jogada quase no final da partida.  Está difícil dele acompanhar um time com muito fôlego.

FOTO ABAIXO:  Avenida Salgado Filho, Centro Histórico de Porto Alegre, à noite, 09.08.2018, 19h00 

TURQUIA, em tempos de contágio da lira turca sobre o real brasileiro, segue alguns comentários sobre a crise turca e a entrevista do presidente Recep Tayyip Erdogan

A conjuntura internacional está muito instável.  A brasileira, mais ainda.  Dia a dia há alterações no comportamento do real que transcendem as fronteiras nacionais.  Nos últimos dias a causa da intabilidade interna está associada à crise turca que vem afetando o comportamento da lira, a moeda nacional.   Redigi esse post para que o leitor do blog compreenda o que está acontecendo lá fora, com consequências diretas sobre o comportamento da moeda brasileira.

Antes de convergir diretamente para os acontecimentos da semana cabe uma observação sobre precedentes que levaram a situação à crise atual.  O país é considerado euro-asiático, localizado no extremo ocidental da Ásia e no sudeste da Europa, e tem predominância do islamismo como religião.  Depois do turco, a linguagem mais utilizada no país é o curdo, linguagem falada pelos curdos que vivem em sua maioria entre o Curdistão turco, o Iraque, a Síria e o Irã. O Partido dos Trabalhadores do Curdistão, o PPK, e as força armadas da Turquia, estiveram em guerra desde 1984.  O PPK é visto com terrorista pelo EUA e separatista pelo governo de Ancara. 

A Turquia possui um exército numeroso e é integrante do G20, da OCDE e da OTAN desde 1952.  Aspirante a Estado Membro da União Europeia, a Comissão Europeia afastou qualquer possibilidade do país alcançar o seu intento no corrente ano.  Sem reformas democráticas e com o autoritarismo atual, nada feito para os turcos.  Mesmo assim, o presidente Recep Tayyip Erdogan utiliza da presença do país nessas e em outras instituições para pressionar políticamente as autoridades estrangeiras com relação aos seus objetivos específicos. 

O presidente turco foi submetido a uma tentativa de golpe há dois anos com o consequente pedido de asilo no Exterior por parte de militares turcos identificados com o ato de indisciplina.  No presente momento ele se mostra interessado em adquirir material bélico da Rússia, independentemente da posição contrária da OTAN.

Em contrapartida, a Instituição pretende manter uma bateria de mísseis Patriots na Turquia com a finalidade de evidenciar que a autoridade da OTAN está preservada junto ao pais euro-asiático.   Na verdade, uma crise ronda a OTAN a partir das posições turcas.  O governo de Trump se opõe às posições de Erdogan e pretende apresentar sanções contra os turcos. 

No meio de tamanho imbróglio, Erdogan parece ter esquecido a independência do banco central turco e tem comentado abertamente o que ele pensa sobre a política monetária do seu país.   Ele despertou a atenção da mídia global ao pedir à população que trocasse os seus dólares e ouro por liras turcas.

Eu assisti a entrevista do Presidente Recep Tayyip Erdogan no canal Bloomberg.  Havia toda uma expectativa dos analistas econômicos e jornalistas especializados em Turquia que o presidente iria falar sobre política econômica, independência do banco central, o comportamento da taxa de juros, como conter a inflação que alcançou o patamar de 15,385% somente no mês de junho próximo passado.  

Ao mesmo tempo o canal projetava gráficos ao telespectador mostrando o comportamento da taxa de câmbio ao longo do dia com alguns picos à medida que se aproximava a hora da entrevista coletiva de Erdogan. 

No momento em que eu passei a assitir a programação do canal Bloomberg, havia um gráfico mostrando que um dólar equivalia a 5,9666 liras turcas (TRY).   Para que o leitor tenha uma ideia da taxa de câmbio eu lembro que em 2014 eram necessárias duas liras turcas para obter um dólar.  Transcorrido cerca de um quadriênio desde então, no horário da entrevista eram necessárias 6 liras para obter o mesmo dólar.

Mais especificamente, entre as 21h00 e 07h00 o dólar se fortaleceu em 0,4160 de liras turcas (TRY), uma variação de 7,50% no período em pauta.  Veja, o leitor, a fragilidade da moeda turca à luz da crise atual.   Na sexta-feira como um todo, o dólar se valorizou em relação à lira turca (15,65%), ao peso argentino (4,17%) e ao real brasileiro (1,75%).

Às 07h32, diretamente de Bayburt, uma cidade localizada na região do Mar Negro, no nordeste da Turquia, surgiu a primeira imagem do local onde o presidente Erdogan iria ocuparu a tribuna para levar adiante a sua manifestação junto à imprensa.  Mais tarde o canal Bloomberg mostrou uma tela de fundo com letras em branco com a  mensagem YENI ECONOMI YAKLASIMI, Nova Abordagem Econômicatendo ao fundo uma cor azul celeste.  Eram muitos jornalistas acomodados em uma sala que deveria abrigar, na minha estimativa, um número em torno de 200 jornalista.  Muitos fotógrafos estavam em pé prontos para acionarem as suas câmeras tão logo o presidente turco acessasse a sala.

Nesse interregno surgiu na tela um texto, ou melhor, um parágrafo assinado por Therese Raphael que assina editoriais sobre política e economia europeia para a Bloomberg.  O título da matéria associava o texto à Bloomberg Opinion.  Nela Therese expressou a sua opinião de que há, apenas, dois caminhos do impasse diplomático entre os EUA e a Turquia:  um compromisso que preserve o relacionamento entre os dois paises da melhor forma possível, ou uma ruptura completa com consequências devastadoras para a economia turca e para os interesses regionais estratégicos dos EUA.

Às 07h46 Erdogan finalmente apareceu na tela da televisão.  Terno escuro, camisa branca e gravata preta, o presidente parecia que estar muito ligado no discurso que iria desenvolver a uma verdadeira multidão que estava em ambiente aberto à sua frente.

Uma jornalista falava em cima do pronunciamento do presidente e a tela registrava o comportamento da taxa de câmbio on line.  Nesse momento, um dólar equivalia a TRY 5,9306 liras turcas.  Os primeiros minutos iam passando, a televisão mostrava a imagem Endorgan falando, mas a voz que eu ouvia era de analistas da Bloomberg cuja imagem estavam situadas de tamanho diminuto no canto da tela.  Depois de alguns minutos o som vindo da Turquia finalmente chegou ao áudio do telespectador.

O dólar havia se supervalorizado em relação à lira turca porque Donald Trlump ameaçou com duplicar as tarifas sobre importações de aço e alumínio.   Endorgan utilizou a entrevista para afirmar que o dólar e as iniciativas do presidente norte-americano não poderiam impedir que a Turquia seguisse o seu caminho.  

Endorgam falava na Turquia e uma tradução para o inglês era apresentada, quase que instantaneamente, pelo canal de televisão.  O presidente turco conclamava a todos que tivessem, dólares ou ouro que deveriam convertê-los em liras.  Ele falou do esforço dos avós e dos seus antecessores que criaram muito no passado.  Era importante visitar o museu construido pela Universidade de Bayburt . 

Ele repetiu que estava preocupado com o seu país e com a sua população, não estava preocupado com George ou com Hans, mas com Ahmet, com a nação, a bandeira, o território e o estado.  Ele afirmou que estava atento a quem dava suporte aos de fora e àqueles que priorizavam a nação turca. 

Endorgan disse que estava com esperança e com confiança em um grande futuro para a Turquia.   Ele associou o resultado das últimas eleições à força da democracia no país.  Ele citou que os acontecimentos mostravam o exemplo local para outros países.  Houve uma mudança no sistema presidencial em ambiente democrático pleno.

O presidente falou que a democracia em seu país deve ocupar um lugar de destaque entre os principais países democráticos.  Destacou que o país está sofrendo uma série de pequenos ataques.   Falou nos centros que dão suporte aos terroristas.  Disse que não está sofrendo um mínimo de pressão nos niveis de macro produtividade macro, nas atividades bancárias e nem junto ao setor produtivo.  Ao contrário ele vivencia uma pressão financeira artificial e complementou afirmando que não pretende negociar com nenhum dessas forças que vem de fora.

Paro por aqui.  Eu creio que passei ao leitor do blog uma visão sucinta da conjuntura turca e do discurso do presidente Recep Tayyip Erdogan.  Vou prosseguir monitorando o que acontece no país euro-asiatico porque a crise da lira pode continuar contagiando o real nos próximos dias.   Na verdade há muitas alterações simultâneas no cenário internacional.  A ameaça de Donald Trump à Turquia é a causa de mais uma que pode se propagar no curto prazo.

FOTO ABAIXO:  Avenida Salgado Filho, Centro Histórico de Porto Alegre, 09.08.2018, 18h00

 

BRASIL, a perda de Cézar Busatto, um amigo das primeiras horas da FEE

Recebi, agora, via Internet, a notícia do falecimento do meu amigo Cézar Busatto.  Eu o conheci na Fundação de Economia e Estatística (FEE), em algum momento do ano de 1974. 

Eu havia chegado a Porto Alegre para trabalhar na CIENTEC, mas quis o destino que eu fosse para a Superintendência de Planejamento Global (SUPLAG) da Secretaria de Coordenação e Planejamento (SCP) do Estado do Rio Grande do Sul no dia 04.09.1973. 

Em janeiro de 1974, a SUPLAG que funcionava na esquina da rua Sete de Setembro com a rua General João Manoel viria a se transformar na FEE e passou a ocupar o segundo andar do prédio da atual Secretaria da Fazenda do Estado.       

Pois nesse primeiro ano da FEE que eu conheci o Cézar Busatto, quando ele veio trabalhar na Instituição,  Ele era líder estudantil e tinha ampla militância política.  Naqueles anos 70 havia duas agremiações políticas, a ARENA e o MDB, os partidos do governo e da oposição, respectivamente.   

Eu chefiava a Unidade de Contabilidade Social da Fundação e fui guindado à coordenação da Gerência de Análises, segundo o organograma daquela época.  Nesse período Cézar foi estagiário do meu setor e nos tornamos muito amigos. 

Eu havia chegado dos Estados Unidos onde tinha realizado o meu Mestrado em Economia, com concentração em Econometria.  Eu conclui o meu curso e continuei matriculado em novas disciplinas à espera da minha esposa que cursava o Mestrado em História.  Quando deixei a Syracuse University eu tinha mais de dez disciplinas em métodos quantitativos, em Economentria, Estatística e Matemática.  Eu era professor licenciado na UFSM para estudar no Exterior com bolsa de estudos da OEA e, na volta, após cumprir dois anos lecionando Econometria em Santa Maria, eu me transferi para a UFRGS. 

Eu sonhava com a retomada do exercício do magistério e com o emprego de modelos matemáticos.  Foi nessa época que nos aproximamos, Cézar e eu, porque ele tinha uma tarefa a realizar.  Ele era o responsável por implantar algo como um Índice de preços de produtores e consumidores no Estado.  Ele me procurou com muitas fórmulas para decifrar.  A partir daí levamos a tarefa adiante, concluímos e nos tornamos amigos.  

Posteriormente, ainda durante o governo Triches eu passei a ser Diretor Técnico Adjunto da professora Edi Fracasso e abandonei o setor de contas em que Cézar e eu trabalhávamos juntos.  Mesmo assim mantivemos a amizade até que ele foi estudar no México e deixou a Fundação. 

Hoje, cedinho, eu tomei conhecimento do falecimento do meu amigo. Cezar era uma pessoa muito gentil e extremamente dedicado ao trabalho.  Gostava muito de Economia, mas os seus olhos brilhavam quando ele migrava para discutir política. 

Vai-se o amigo, mas fica a imagem da pessoa inteligente, dinâmica e sempre disponível para debater o processo de desenvolvimento do país.

FOTO ABAIXO:  Avenida Senador Salgado Filho, Centro Histórico de Porto Alegre,09.08.2018,18h00

 

BRASIL, bom dia leitor do blog

INVERNO

Agora são 05h19 em Porto Alegre, Brasil.  A temperatura é de 9 graus e há poucas nuvens no céu.  A umidade é de 96% e o vento de 10h/h.  De acordo com o site do Climatempo, o dia será de sol com algumas nuvens, névoa ao amanhecer e noite com poucas nuvens. A temperatura máxima será de 22 graus.  Para amanhã a previsão é de um dia de sol e muitas nuvens à tarde. À noite fica nublado e pode chuviscar.  A temperatura máxima alcançará os 20 graus.

POLÍTICA

No âmbito da corrida ao Planalto, Ciro especificou que a retirada do nome do brasileiro no SPC passa pelo refinanciamento do débito via intermediários financeiros.  Um refinanciamento dos pobres?  A agenda da reforma sumiu dos noticiários e eu não tenho encontrado informação alguma quando realizo as taxações diárias nos jornais brasileiros.  A impopularidade do governo Temer é tamanha que nem os nomes dos titulares dos principais ministérios são lembrados por grande parte do público em geral.  Até o ministro Eduardo Guardia da pasta da Fazenda, que era uma figura presente na mídia logo que tomou posse, parece ter sumido das manchetes dos jornais e nos principais noticiários da televisão.

ECONOMIA

Estou com muita expectativa nessa segunda feira para acompanhar como o mercado reagirá ao avanço da crise turca e à possibilidade da valorização do dólar sobre a lira e o real brasileiro.  Eu considero muito importante a série de entrevistas com os assessores econômicos dos candidatos ao Planalto que o jornal O Estado de São Paulo vem divulgando nas páginas do jornal.  Elas suprem a ausência de propostas presente nos pronunciamentos e entrevistas dos concorrentes ao pleito de 7 de outubro.  Eu tenho percebido que a densidade da presença de notícias sobre fintechs tem aumentado nas últimas semanas, 

FUTEBOL

O grupo de cima da tabela do Brasileirão continua mantendo posição após os jogos do fim de semana.  Há muita expectativa com relação ao desempenho do Internacional no jogo dessa segunda-feira.  Nem tanto pelo resultado, mas pelo desempenho que apresentará na partida contra o Fluminense no Maracanã.   

O Corinthians, derrotado pela Chapecoense, e o Santos, sem forças, frente ao Atlético de Minas Gerais, foram os destaques negativos das partidas do domingo.  O receituário de Renato de utilizar reservas no Brasileirão vem sendo utilizado por Palmeiras e Cruzeiro. O Flamengo parece que não utiliza a mesma fórmula de Portaluppi e utiliza os titulares a varrer. 

Grêmio e Flamengo prometem um grande jogo na quarta-feira pela Copa do Brasil.  Eu creio que o tricolor gaúcho tem bala na agulha para mostrar muito futebol no Maracanã.  Creio, também, que Matheus Henrique sinalizou ser um grande jogador, Pepeu surpreendeu mostrando excelente desempenho e Marinho melhora jogo a jogo.  

Bom dia leitor do blog!

FOTO ABAIXO:   Bilheteria do Teatro São Pedro, Porto Alegre, 09.08.2018, 18h00

 

BRASIL, bom dia leitor do blog

INVERNO

Agora são 09h43 em Porto Alegre, Brasil.  A temperatura é de 14 graus, a umidade de 100% e vento de 3 km/h.  Há nuvens no céu, mas não chove de acordo com o site do Climatempo.  Há geadas nos três estados do sul do Brasil.  Para amanhã a previsão é de temperatura máxima de 24 graus e com ausência de chuva.

POLITICA

O presidente Temer parece sair do ostracismo em que se encontra ao tratar de reajuste de remunerações.  Comprometeu-se a examinar o reajuste de 16,38% dos ministros do STF e a adiar o reajuste do funcionalismo, que implica gasto de R$ 6,9 bilhões, para o próximo ano.  O curioso em tudo isso é que Temer tenta, de novo, conter os reajustes dos funcionários públicos como aconteceu em 2017, medida que não foi adiante exatamente porque o STF discordou.  Dessa vez, as duas propostas chegaram na mesma canasta às mãos de Michel Temer.

A proposta de Ciro Gomes de terminar com a lista de devedores no SPC continua dando o que falar.  Gerou surpresa e críticas.  Ao acompanhar o debate eu percebi que os adversários mostraram alguma surpresa com relação à proposta.  Depois, ao realizar as minhas taxações de jornais eu constatei muita crítica. 

No momento em que Bolsonaro ficou sem saber o que responder a Ciro, o político cearense insinuou uma resposta dando uma pista do que ele iria propor.  Se é que eu entendi bem sobre o que ele falou na oportunidade, ele teria afirmado que a dívida média por pessoa era de R$ 1.400,00.   E aí, imagino eu, que ele pretende recorrer a alguma forma de parcelar essa quantia.  Ele não detalhou porque receia que um concorrente se aproprie da proposta que ele ainda não detalhou.

Eu li nos jornais de ontem que procedendo daquela forma ele pretende estimular o consumo.  Se ele tivesse dado essa informação no momento do debate da Band ele teria eliminado toda a polêmica que se criou nos dias seguintes.

ECONOMIA

A bolsa de São Paulo fechou a semana em 76.514 pontos, com uma queda expressiva de 2,86%.  Já o dolar fechou em R$ 3,8646, uma valorização de 1,75%.   A bolsa em forte queda de dois mil pontos e a fragilidade do real evidenciam um link com a crise da Turquia. 

A propósito, eu estou preparando um post sobre o que está acontecendo com a lira turca e devo publicá-lo ainda hoje.

FUTEBOL

Assisti o início do campeonato inglês, a Premier League.  Eu creio que é o campeonato mais difícil de todos os que eu acompanho.  O Liverpool estreou em Anfield contra o West Ham com vitória nesse domingo.  No ano passado eu torcia pelo clube da terra dos Beatles porque havia dois brasileiros em campo, o Felipe Coutinho que foi para o Barcelona e Roberto Firmino que prossegue na Inglaterra.  

Lisca conseguiu mais um ponto para o Ceará no jogo contra o Atlético Paranaense que havia goleado o Penharol em Montevidéu.  Um bom resultado para o técnico gaúcho.  Já Adilson, o Capitão América do Grêmio, não conseguiu fazer com que o América de Minas Gerais conseguisse um bom resultado em Salvador.  Eu tenho acompanhado os jogos do Bahia e verifico que ele joga muito na capital Bahiana.   

Agora, às 11h00 começam os jogos do Atlético MG versus Santos e Paraná versus Botafogo.  Vamos ver o que o Cuca consegue em Belo Horizonte.  Ele foi muito mal contra o Ceará, mas conseguiu um gol de empate na undécima hora do jogo em Fortaleza.

A dupla Grenal está excepcionalmente bem nesse campeonato.  Time reserva do Grêmio hoje contra o Vitória, time titular do Inter amanhã contra o Fluminense no Rio de Janeiro.  Ambas partidas serão dificílimas para os gaúchos.  A contratação de Guerrero colocou o colorado como sério aspirante do título do Brasileirão.  A mídia  local está um tanto dividida, elogia a decisão da diretoria, mas, logo, logo, apresenta uma série de restrições implícitas com foco no risco da operação.

Bom dia leitor do blog!

FOTO ABAIXO: Memorial do Teatro São Pedro, inaugurado em 2008, Centro Histórico de Porto Alegre, 09.08.2018, 19h00

CHINA, novas regras para o setor automotivo

Na recorrida que faço nos jornais chineses eu encontrei uma matéria interessante na edição do China Economic Net de hoje.

As autoridades chinesas estão esboçando nova regras para o setor automotivo com base na legislação anti-monopólio.  Tudo porque houve manipulação de preços por parte de doze fornecedores do setor.  Haverá maior rigidez no que diz respeito ao fornecimento de substituição de peças na referida indústria.   

Vale a pena conferir tudo o que aconteceu a partir da informação  disponível no endereço eletrônico

http://en.ce.cn/main/latest/201408/21/t20140821_3394265.shtml

FOTO ABAIXO: Teatro São Pedro, Porto Alegre, 09.08.2018, 19h00

 

 

 

ECONOMIA GLOBAL, da cotação do barril do petróleo à configuração do cenário econômico

Agora são 20h16 no horáio de Brasília.  Acesso ao site do New York Times e constato que a cotação do barril de petróleo do tipo Brent Crude fechou em US$ 72,97, para entrega em 18 de outubro, um incremento de US$ 0,90. 

Quanto ao barril de petróleo do tipo Light Sweet Crude, ele fechou em US$ US$ 67,75, para entrega em 18 de setembro, um incremento de 1,41%.  Em uma semana ele recuou -1,35% e em um mês a queda foi ainda mais expressiva, de -8,71%.  Já no prazo de um ano ainda há valorização de 39,66%.  Bem, e o que vem depois?

Eu creio que tudo vai depender da novíssima agenda Trump.  Ele abriu três fronts às vésperas das eleições norte-americanas de meio termo visando a reeleição em 2020.  Há uma Guerra Comercial contra a China, as sanções contra o Irã e, agora, a frente russa.  Não há cotação que resista. 

Além disso há um embate interno nada desprezível.  Ele luta contra os democratas utilizando o discurso populista.  As empresas devem gerar emprego dentro das fronteiras norte-americanas.  Essa “máxima” tem uma força danada.  Todos os dias eu leio das dúvidas de empresas do EUA que estão no Exterior e que dizem que vão expandir atividades nos limites do espaço norte-americano.  O que sempre se considerou pleno emprego está em cheque.  Não há mercado de trabalho mínimo que resista.

É preciso atenção máxima à estabilidade econômica lá dentro e ao desempenho da economia lá fora.  E, no meio de tudo um tal de Donald, o da Trump Tower.  Não há cenário econômico que resista.

FOTO ABAIXO:  O Teatro São Pedro estava incrivelmente lindo na última 5a feira, 09.08.2018, 18h00.  De vez em quando eu consigo bater uma fotografia razoável.  Equipamento limitado, profissional amador.  Já vão 50 anos praticando, mas os resultados são restritos.  Fazer o quê?

 

BRASIL, bom dia, leitor do blog

INVERNO

São 04h09 em Porto Alegre, Brasil.   Ontem foi um dia de muito frio por aqui.  Dia de usar sobretudo porque o vento castigou os portoalegrenses.  Na serra gaúcha os turistas comemoraram a presença da neve.  No passado eu já estaria lá.  Aos 74 anos a disposição é outra.  O ímpeto é de ir; a sensação de comodidade, de ficar. 

Agora a temperatura é de 10 graus e há névoa úmida.  No site do Climatempo eu leio que a umidade é de 100%.  Atualmente a minha atenção já não está centrada na temperatura, mas no vento que é de 22 km/h.  É ele que leva a sensação térmica a 7 graus.  A previsão para esse sábado é de “sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado.  Noite com muitas nuvens”. 

No domingo o quadro será outro. Não vai chover.  A temperatura vai à casa dos 20 graus e haverá sol com algumas nuvens.

POLÍTICA 

Ontem a Lava Jato ocupou o espaço na mídia.  Houve denúncias contra dois ministros da fazenda, a prisão de um banqueiro, o fechamento do acordo com a Argentina para a utilização das delações e o valor de um bilhão de reais que foi recuperado para o caixa de grande empresa.  

A prorrogação do inquérito contra o presidente no STF torna a “via crucis” de Temer ainda mais densa: se permanece no mandato a situação é essa; se o mandato termina, a sua situação se agrava.  Temer tem procurado utilizar o período de eleição para juntar a sua imagem à de Meirelles, o candidato do seu partido, mas aquele rejeita a ideia de ser candidato do Planalto e procura tirar a imagem do presidente da sua lapela.  

ECONOMIA

A informação sobre a queda no desemprego no trimestre passou batida.  Tudo porque o recuo aconteceu nas alturas, de 12,7% para 12,4% da força de trabalho, esteve associado à vagas sem carteira assinada.  É tanta gente nessas condições, algo em torno de 37 milhões de pessoas, que a queda de 0,3% no desemprego nem foi saudada com alguma importância pela mídia nacional. 

A explosão na Usiminas foi digna de registro como sismo.  Baixa intensidade, mas quase dois graus na escala Richter.  A explosão de um tanque, um gasômetro, dá uma noção do tamanho do problema.  Era destinado à produção de aço, “coisas do Trump” e da sua guerra comercial.  As imagens do local nessa madrugada parecem extraídas de um filme policial.  É preciso contabilizar o número de feridos no evento.

FUTEBOL

Assisti uma entrevista de Oscar, ex-Inter, no programa Bom Dia Fox.  Fiquei com a impressão que o atleta tem vontade de ficar mais tempo no Exterior, dois anos na China e posterior retorno à Europa.  Ele comentou sobre a Copa do Mundo e estacou que as seleções mais fracas mostraram muito futebol.  Duas observações sobre a entrevista: Oscar tem expectativa de voltar à seleção e confirmou que está sendo muito difícil falar mandarim.

Grêmio vai a campo no domingo contra o VIctória.  O jogo é aqui em Porto Alegre, no horário de 19h00.  Já o Inter vai ao Rio enfrentar o Fluminense na segunda feira, no horário de 20h00.  Os dois estão na ponta de cima da tabela e prometem se manter nas vagas para a Libertadores do ano que vem.   Espero que o Grêmio consiga um bom resultado na Arena.  O Inter tem se dado bem quando joga fora.  Ambos tem mostrado futebol de grande intensidade.

Ontem foi um dia em que Kannemann e Guerrero estiveram no foco da atenção dos jornalista.  O gremista tem proposta da Itália; o peruano será anunciado hoje no Beira Rio.  A ida do zagueiro me parece um desastre para o tricolor; a chegada do centro avante, um plus para o colorado. 

Bom dia leitor do blog

FOTO ABAIXO: Eu bati essa foto do Teatro São Pedro, Porto Alegre, no início da noite fria de 5a feira, 09.08.2018, 18h00