O World Economic Outlook (WEO), o Panorama Economico Mundial, lançado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) no início do corrente mês, apresentou as taxas de crescimento do PIB para o biênio 2017-18, de acordo com a análise dos especialistas da Instituição.

Depois do PIB das economias avançadas ter crescido 1,7% (2016), os técnicos do Fundo estimam que o produto deve registrar incrementos de 2,0% (2017) e 2,0% (2018) no biênio.

As taxas esperadas na versão da publicação de janeiro do corrente ano são praticamente as mesmas dessa versão de abril.  A única diferença corre por conta de uma variação positiva de 0,1% a mais na previsão do desempenho PIB do presente exercício em comparação à publicação do início do presente exercício.

Em relação às economias nacionais incluidas no grupo, os EUA continuarão avançando de 1,6% (2016) para 2,3% (2017) e 2,5% (2018).   A Zona do Euro permanecerá praticamente com as mesmas taxas no triênio, ou seja, 1,7% (2016), 1,7% (2017) e 1,6% (2018).  Já com oo Japão, o desempenho será distinto dos países precedentes:  1,0% (2016), 1,2% (2017) e 0,6% (2018).

Na comparação entre as taxas de crescimento atuais e aquelas apresentadas na versão de janeiro do Panorama Econômico Mundial, há sempre variações positivas marginais e todas referentes ao ano de 2017.  Houve um aumento de 0,1% na estimativa do bloco europeu e 0,4% no caso do Japão.

FOTO ABAIXO:  Quarta-feira à tarde, 26.04.2017, populares assistem atentos ao espetáculo de um grupo que se apresenta junto à Praça da Alfândega no Centro Histórico de Porto Alegre,    082

 

 

FMI, o desempenho das economias avançadas 2017-18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *