PRIMAVERA

São 06h05 em Porto Alegre, Brasil.  Para os que me leem em 35 países, essa é a cidade que eu escolhi para viver.  Diariamente, quando vou à banca,  buscar jornais do centro do país ou comprar a Revista Conjuntura Econômica, eu encontro o meu amigo Kenny Braga, colega do Curso Científico da época da juventude, eu lembro que nasci em Santana do Livramento, na fronteira com o Uruguai.  

Kenny e eu fômos colegas no período 1960-62, na primeira turma do segundo grau do Colégio Estadual Liberato Salzano Vieira da Cunha.  Época boa aquela. A turma era dividida em três grupos, conforme os alunos escolhiam se iam fazer o vestibular, em 1963, para os cursos de Medicina, Engenharia ou Direito. 

Época boa porque tudo respirava política.  Ou se era PTB ou se era UDN.  Ou se era Getúlio, ou Lacerda.  Entre os dois, havai a figura de Ademar de Barros, o que roubava, mas fazia.   Grande Ademar!  Rouba, mas faz, era o seu slogan.  Ademar ganhava as eleições em São Paulo e nos pleitos para o Catete ele sempre saia na frente, mas era derrotado no final das apurações.  Só superava o Plínio Salgado.  Esse era o Ademar!

O Brasil era o do Getúlio Vargas na política e de Chico Alves na música.  O resto, era o resto.  Chico Viola era de 1898 e morreu em 1952 e Getúlio era de 1882 e faleceu em 1954.  O Brasil parou nessas duas oportunidades. Foram dois finais trágicos.  E muito próximos, um do outro.  

Bem , deixa eu voltar para o tempo. A temperatura é de 18 graus e a umidade é de 75%, com vento de 13 km/h. A previsão para hoje é de sol com algumas nuvens, mas sem chuva.  A temperatura máxima vai aos 27 graus.   Amanhã haverá sol pela manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite.   A temperatura oscilará entre os 15 e os 27 graus.

INTERNACIONAL

A Arábia Saudita jogou a produção de petróleo para cima no mês de novembro, conforme o desejo de Donald Trump, expresso no acordo firmado em junho coms os EUA e a Índia.  E os preços despencaram.  

Hoje o ministro saudita disse que há um excesso de oferta sobre demanda da ordem de um milhão de barris/dia.  E há uma reunião da OPEP concomitantemente à reunião do G20.  Eu acredito que possa ocorrer um corte de produção e estagnação da queda dos preços.   Buenos Aires será o cenário de grandes decisões no próximo no dia 30. 

Definitivamente, a União Europeia e a Itália não se acertam.  Há um impasse na elaboração da proposta orçamentária para 2019.  Os governos de Bruxelas e de Roma divergem quanto ao valor do déficit público do país da bota.   O processo está em curso, mas os italianos não reduziram os seus gastos e o bloco não aceita que um país membro saia fora do gabarito. 

Os números encaminhados por Roma para Bruxelas representam um déficit equivalente a 5,0% do PIB, completamente fora do padrão aceito pelo bloco.   Dessa forma, a Comissão Europeia pretende abrir um processo de déficit excessivo contra o governo italiano.   Mesmo assim, eu creio que na última hora os italianos vão ceder e evitatr um conflito maior.  Roma não pode prescindir dos recursos alocados por Bruxelas.  

Assim não vale, é o que pensa Donald Trump .  Ele está frente aos problemas criados para a sua gestão por parte da caravana de imigrantes da América Central que está na fronteira do México com os Estados Unidos.  Assim não vale, pensa o presidente, porque os imigrantes se agarram às crianças para encontrar melhores opções de cruzar a fronteira.  Esse é o diagnóstico do morador da Casa Branca. 

A Microsoft superou a Apple como a maior empresa do mundo.  Agora o valor da empresa alcancou a expressiva soma de US$ 812 bilhões.

POLÍTICA

O Brasil parece conviver com o samba de uma nota só.   Fala Bolsonaro, fala Mourão, fala Guedes e volta a falar Bolsonaro.  A polarização parece que tomou chá de sumiço. 

O governo vai empilhando nomes, não há a mínimia ideia de como a nova administração vai fazer frente à estagnação e não ouço ninguém dizer nada a respeito do que vem por aí.   

Bolsonaro vai para a quarta reunião do gabienete de Transição em Brasília.  Imagine o leitor que os analistas aguardam por propostas de gestão e a equipe recém está lidando com propostas de definição de estrutura e de equipe do governo. 

Em outras palavras, ao chegar ao Centro Cultural do Bando do Brasil na metade dessa manhã, Jair Bolsonaro precisa bater o martelo quanto ao organograma do seu governo.  Os analistas aguardam anciosamente pela estratégia de ação do seu governo.   Ainda há muita água para passar embaixo da ponte. 

ECONOMIA

O governo que sai está apostando que o projeto de Cessão Onerosa não seja alterado alterado no Senado.  O governo que entra ainda não disse como pretende administrar o projeto Cessão Onerosa.

Entre os dois, os governos de Michel e de Jair, os novos governantes estaduais estão com muito apetite para dividir o bolo dos recursos originados nos leilões do petróleo excedente.  

A hora é agora, devem pensar os governadores estaduais, os que saem e os que chegam.  É preciso repartir esse bolo enquanto há tempo.  Se deixarem passar a oportunidade de intervir na decisão que está pendente no Senado,  os governadores deverão se resignar ao receituário único do Plano de Recuperação Fiscal.

ESPORTES

Foi duro acompanhar a partido do São Paulo contra o Sport de Recife.  A qualquer momento poderia sair um gol no Morumbi e o Grêmio cederia o lugar no G4.  Quando houve o lance do pênalti eu imaginei que iríamos disputar a fase inicial da Libertadores para depois acessar a fase de grupos. 

Nenê foi escalado para bater o pênalti.  Eu nem quero ver, pensei. Para minha surpresa o goleiro defendeu a penalidade máxima e o São Paulo ficou no zero a zero, mesmo com um jogador a mais.  Agora é torcer por um bom resultado na rodada final do Brasileirão.

Ontem eu assisti o jogo de volei do Cruzeiro na Polônia.  Fez o um a zero, levou a virada de dois a um,  consegui empatar dois a dois, mas perdeu no tie-brake.  Uma pena!  Um grande jogo!

Bom dia leitor do blog!

FOTO ABAIXO:Viaduto da Borges, Centro Histórico de Porto Alegre, 23.11.2018.

BRASIL, bom dia leitor do blog em 27.11.2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *