E, aí, eu encontrei Pedro II.  Eu confesso que se tem alguém que um dia eu gostaria de ter encontrado e conversado durante um sonho era com o imperador.    O que eu gostaria de perguntar nessa oportunidade? 

Imperador, como está o nosso Brasil?  Sai dessa?   Ele economizou palavras.  Presidente sem partido não aprova reformas, ele respondeu.

Respondeu e sumiu.  Ele sumiu e eu acordei.  Eram 18h10 dessa tarde de quarta-feira.

FOTO ABAIXO: Esquina democrática, Porto Alegre, abril de 2019.

 

CARTUM, economista pensa demais, post 05, em 17.04.2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *