Porto Alegre, 09.05.2019

No beco, 12h10, 22 graus, chuvoso o dia todo, máxima 24 graus

Ando atento a tudo o que ocorre no âmbito da economia internacional eis que a desaceleração está no foco dos analistas que elaboram projeções de desempenho, aqui e lá fora.

Ontem foi um dia difícil na Bolsa de Nova York Desde o inicio do ano o Dow não havia registrado semelhante patamar.  As vendas de iphones da Apple para a China não produziram os resultados esperados e foi o que deu.   O Dow voltou ao patamar de 03 de janeiro e o Nasdaq ao nível de abril próximo passado.

A conjuntura internacional está muito instável.  Há uma desaceleração em curso mas, vez ou outra, há um fato novo que gera uma incerteza maior.  Tudo porque Donald Trump ameaçou a China.

Nesse momento, o mundo das finanças voltou ao contexto de ontem. E piorou. O Dow voltou a cair.  As manchetes dos jornais das economias avançadas informam que o Dow Jones está afundando.    Ele está recuando 388,90 pontos, uma queda de 1,50% às 12h10 no horário oficial do meu beco.  É difícil de prever se ele ensaiará alguma recuperação até o fechamento do pregão.

Nesse mesmo momento, o Nasdaq cai 1,48% e o S&P 500 recua 1,24%.   O índice Nikkei do Japão registrou queda de 0,93%.  O índice FTSE de Londreu também caiu, um recuo de 0,87%.

Porque os mercados estão em queda livre?  Por que Donald Trump ameaça com o aumento das tarifas no relacionamento com a China.  A mesma razão da queda de ontem gerou o desabamento de hoje.

Feito o registro.  Agora eu começo a reunir as informações para elaborar o post das 18h30.  De olho em Nova York.  É difícil sustentar o meu argumento, mas eu continuo pensando que o discurso dessa semana de Donald Trump, o ator, é blefe.  Aguardar e confirmar, ou não.

Estou um tanto ocupado com o lazer.  Sou viciado em dupla Grenal e em Premier League.  O Liverpool derrubou o mito Barcelona por 4 a 0.  O Tottenham derrubou o mito Ajax por 3 a 2 em plena Amsterdã, com três golos do brasileiro Lucas Moura.  Liverpool e Tottenham disputam o título da Champions League. 

O Internacional empatou em Buenos Aires e o Grêmio venceu em Porto Alegre.  Eu acredito que a dupla Grenal é forte candidata a seguir até às finais da Libertadores. 

FOTO ABAIXO: Esquina Democrática, Centro Histórico de Porto Alegre, em 15.03.2015

CENÁRIO ECONÔMICO o que vem por aí em 09.05.2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *