Porto Alegre, 03 de junho de 2019

Horário oficial do beco da Rua João Manoel, 16h10, 20 graus, não chove amanhã

O canal CNN, canal 174 de SKY, está cobrindo a viagem do presidente Donald Trump ao Reino Unido.  Eu escrevi um post mais cedo sobre as imagens que a televisão estava apresentando aos telespectadores de todo o mundo. 

Agora, 16h15, eu liguei a televisão e passei a acompanhar o discurso da Rainha Elizabeth II em um salão preparado para um banquete a ser oferecido ao presidente norte-americano e a sua comitiva. 

Concluído o discurso de Sua Majestade, foi a vez do presidente Trump saudar a rainha e o povo do Reino Unido.   Encerrada a locução de Trump, a televisão mostrou todos os momento anteriores ao início do evento. 

À mesa central onde estava sendo realizado o brinde entre Elizabeth e Trump estavam o Príncipe Charles e a Primeira Ministra Theresa May.  

O discurso de Elizabeth foi emocionante.   Eu sou muito ligado ao Reino Unido. Eu estudei durante oito anos no Instituto Cultural Anglo Uruguaio em Rivera, Uruguai.

Naquela época, muito criança, eu sabia mais sobre a Inglaterra do que sobre Brasil e Uruguai.  Isso entre os 7 e os 15 anos de idade.  Nos exames finais os alunos eram examinados por professores que vinham de Londres.  Era um verdadeiro culto a tudo que tinha origem na Grã-Bretanha. 

No ano de 1954, quando eu tinha 10 anos, o Cine Gran Rex de Rivera exibiu um filme sobre a coroação de Elizabeth II que havia acontecido no ano anterior, em 02 de junho de 1953.  Eu fui escolhido para assistir o filme com a obrigação de contar para os demais alunos o que eu tinha assistido no cinema. 

Nessa época eu estava começando a utilizar calça comprida porque eu tinha que tocar numa audição de piano no salão de honra da Prefeitura.  Então para ir ao Cine Gran Rex a minha mãe me mandou de terno e gravata.  Eu consegui levar a tarefa a bom termo e aprendi muito sobre a monarquia britânica. Momento inesquecível!

Anos mais tarde, em 1969, quando eu cheguei de trem à Victoria Station, vindo de Dover, o maior porto britânico no Canal da Mancha, para Londres, as instalações ferroviárias me pareciam velhas conhecidas.  Era início da noite.  Estava muito, muito frio. 

A minha decepção correu por conta do frio.  Eu sentia uma sensação de dor nos braços, como eu nunca havia sentido.  Tive que me deslocar para o hotel e ficar em standby até o dia seguinte.   

Nos dias seguintes eu fui até a Westminster Abbey, a Torre de Londres e muitos outros locais.  A abadia era muito especial para mim porque eu a havia estudado desde pequeno.  Conheci-a por livros e fotografias que me despertaram o desejo de um dia vir a conhecê-la.  E ocorreu naquele momento. 

… 

Depois, com calma, eu vou retomar o discurso de Elizabeth para preparar um post.  Ela foi agradecida aos EUA por tudo que aconteceu na convergência entre as duas nações.   Citou muitas cenas que foram importantes na Guerra.  Trump ficou mais no desembarque das tropas na costa da Normandia. 

É surpreendente que mesmo fora dos EUA, a figura de Trump está bombando na mídia.  Os temas são os mais diversos possíveis.  O comportamento extremo do S&P 500, a candidatura de Trump para 2020, muitas entrevistas sobre a participação russa nas eleições norte-americanas de 2016 e até a perspectiva de uma recessão da economia para 2020.

Trabalhar com conjuntura é isso aí.  Eu me desloco até à cozinha para preparar o meu chimarrão com erva-mate Fontana e nesse ínterim eu deixo passar uma informação que nem eu me perdoo.   

Quando eu ia imaginar que tendo começado no telefone à manivela eu chegaria a um tempo em que precisaria deixar gravando as imagens da televisão, ao preparar um chimarrão, para não perder um evento. 

Boa noite, leitor do blog!   A diferença do horário do meu beco da rua General João Manoel para o palácio de Buckingham é de 4 horas. 

FOTO ABAIXO:  Eu bati a foto abaixo quando da minha visita a Westminster Abbey, no dia seguinte à minha chegada a Londres, em 1969.  

 

ENTREVISTAS na televisão, post 15, em 03.06.2019, pronunciamento de Elizabeth II

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *