Porto Alegre, 04 de agosto 2020

Horário oficial do beco da Rua General João Manoel, 00:10, 18 graus C, 52 % de umidade 

Aposentei-me na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1997.   Após 52 anos em exercício docente (1967-2019) chegou a hora de ficar em casa.   Nessa seção de MICRO CURSOS eu estou postando informações diárias que eu utilizaria se eu ainda fosse professor de Cenários Econômicos.

02.01.10 Brasil,  Os números do Relatório Focus referentes ao comportamento da economia na semana que passou   

(02 Brasil, 01 Desempenho economia, 10 número de ordem do post)

Segunda-feira é dia de divulgação do Boletim Focus.  O leitor pode acessar a publicação no site do Banco Central  no endereço eletrônico       https://www.bcb.gov.br/content/focus/focus/R20200731.pdf

Independentemente da crise global e da crise nacional, a partir do conhecimento da taxa mediana dos agregados econômicos,  os executivos do setor financeiro continuam vendo uma recessão que está sendo reduzida semana a semana.   

O recuo anual do PIB era de -6,51% há quatro semanas.  Depois, progressivamente, recuou para -5,77% há uma semana.   Agora o tamanho da queda passou a ser -5,66%.  Parece-me que uma percepção no sentido contrário do que eu verifico nas economias avançadas em que os analistas comentam, estupefatos, o tamanho da recessão vigente.  

A estabilidade econômica se mantém.   Há semanas que o IPCA está recuando.  Há quatro semanas, havia uma previsão de IPCA de 1,69% para 2020, diminuiu para 1,66% há uma semana e, agora, está fixada em 1,60%.    Finalmente, com relação à taxa de câmbio, fixada em R$ 5,20 para o fim do corrente ano, ela se mantém no mesmo patamar de quatro semanas atrás.

Preocupou-me, em especial, as taxas referentes à variação na produção industrial na edição do Boletim Focus.   A indústria está, praticamente, esquecida.   Tenho escrito de forma recorrente sobre as limitações do setor.

Paralelamente, à dimensão do recuo no comportamento do PIB na última semana, no caso da produção industrial a taxa de queda do produto setorial passou de -7.86%, há uma semana, para -7,92% na informação divulgada nessa segunda-feira.hoje.

Agora, é esperar pela próxima semana e verificar as próximas mudanças na conjuntura econômica nacional à luz da percepção dos executivos financeiros.

Boa noite, leitor do blog!

Micro cursos, Brasil, post 02.01.10, 04.08.2020, se eu ainda estivesse em sala de aula
Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *