Porto Alegre, 30.08.2021, 18:10 

Post 01.09.88

01 INTERNACIONAL, 09 Conjuntura norte-americano, 88 Número de ordem

CANTINHO DA PANDEMIA: O que eu temia, aconteceu.   Surgiu a variante C.1.2, que vem avançando progressivamente.  A fonte da informação é o Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis da África do Sul.

Do que eu li, a Delta é a variante mais propagada na África do Sul, mas essa nova variante, a C.1.2. provoca o óbito duas vezes mais rápido que as anteriores.

CONJUNTURA ECONÔMICA:  O momento da economia mundial está um tanto complicado.  A pandemia não termina e a resiliência não consolida.  É difícil administrar a política econômica em contexto de tamanha adversidade.

Eu imagino uma economia, a norte-americana.  Eu imagino um governo, o norte-americano numa transição da gestão republicana para a democrata.   Eu imagino um titular, no caso norte-americano o responsável pela política monetária.  Em suma eu imagino Jerome Powell, convivendo com um governo democrata numa economia em ritmo de retomada de 2021.

O que pensa Jerome Powell?  Pois é, hoje eu entrei no site do FED e me deparei com um realese do Sistema de Reserva Federal que levava o título Política Monetária na época da COVID e que consistia na participação do chairman no simpósio virtual Política macroeconômica em uma economia desigual, patrocinado pelo Banco Central de Kansas City e  realizado em Jackson Hole em 27 de agosto corrente.

Então, e o que pensa Jerome Powell à essa altura da crise?  A recessão de 2020 foi duas vezes a queda da recessão de 2009.   A recuperação atual aconteceu em quatro trimestres, aquém da metade do tempo utilizado após a recessão de 2009.  A recuperação do emprego é inferior a do PIB, todavia os ganhos do emprego vieram além do esperado.

A crise e o desemprego caiu sobre os menos capazes.  A desigualdade de recuperação provocou mudança setorial –  mais eletrodomésticos e menos viagens e lazer.

Na comparação com o mês de fevereiro de 2020, quando começou a pandemia, o mercado de trabalho registrou o recuo em 6 milhões de empregos.  Desse total, 5 milhões estão localizados no setor de Serviços.

Outra informação que fez parte do pronunciamento de Jerome Powell disse respeito aos gastos com bens duráveis.   Eles evidenciaram um incremento de 20% acima do patamar vigente antes da pandemia. 

Bem, essa diferença entre a demanda dos bens duráveis e a respectiva oferta resultou em aumento da inflação.   As autoridades fixaram a meta da inflação em 2,0% ao ano, mas essa diferença entre demanda e oferta de bens duráveis é a razão principal da taxa de inflação acima do patamar proposto.

De forma sucinta, eu procurei resumir o que eu captei da exposição de Jerome Powell.  O leitor pode acessar a manifestação do chairman do FED no endereço eletrônico https://www.federalreserve.gov/newsevents/speech/powell20210827a.htm.

Boa noite, leitor do blog!

FOTO ABAIXO: IGREJINHA, RIO GRANDE DO SUL

Sempre que eu ia a Gramado, antes da pandemia, eu fazia uma parada à altura da cidade de Igrejinha no Vale do Paranhana.   

À beira da estrada há um ponto de comercialização de calçados em que os turistas utilizam para tomar conhecimento de novos modelos dos produtos e realizar compras. 

A foto abaixo eu bati na última vez que eu fui à Serra Gaúcha.   Um momento de descontração e de reflexão em um ambiente abençoado pela natureza.  

O QUE PENSA JEROME POWELL SOBRE O MOMENTO DA INFLAÇÃO E DO DESEMPREGO?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *