CARTUM, economista pensa demais, post 13, 12.12.2019, das memórias da convivência com a imprensa à experiência de colunista do Jornal do Comércio

Porto Alegre, 12 de dezembro de 2019 Horário oficial do beco da Rua João Manoel, 18h10, 31 graus, muito calor, mas chove à noite Desde o início eu utilizei o título do CARTUM para descrever sonhos que eu mantinha com

AGRONEGÓCIO o Brasil alimenta o mundo, post 12, em 20.06.2019, o Plano Safra e o dovish FED

   Porto Alegre, 20 de junho de 2019 Horário oficial do beco da Rua General João Manoel, 18h10, 19 graus, frio chegou à capital gaúcha Na corrida entre informações e análises, há matérias que eu considero extremamente importantes e que

MINHAS ENTREVISTAS na televisão, post 05, em 28.03.2019, No fim de 2016, em defesa da FEE

Porto Alegre, 28 de março de 2019 MINHAS ENTREVISTAS na televisão, post 05    Vídeo 05 Entrevista concedida à assessoria de imprensa do Conselho Regional de Economia em 01.12.2016 Sumula 05 No fim do ano de 2016, em defesa da FEE Esse é

CONTEXTO a natureza do texto em 19.03.2109

Porto Alegre, 19 de março de 2019 O CONTEXTO A data do texto é de 1990 e o título do texto é o Programa Econômico do Governo Collor. Eu lembro muito bem como foram os anos 80.  Havia muita expectativa

CONTEXTO, a natureza do texto em 15.01.2019

Porto Alegre, 15 de janeiro de 2019 O CONTEXTO A data do texto é 1990 e o título do texto é As economias desenvolvidas e o conflito do Golfo Pérsico.  Eu lembro do meu entusiasmo em redigir o artigo para

MEMÓRIAS e outras histórias em 25.11.2018

A foto é de 1974 e local é Porto Alegre.   O governador do Estado era Euclides Triches, nascido em Caxias do Sul, em 1919, um engenheiro metalúrgico formado pela Escola Técnica do Exército e o secretário de Planejamento era Carlos

RIO GRANDE DO SUL, no momento de crise generalizada no país, as autoridades locais extinguem a instituição voltada à economia

Nesses tempos de país irreconhecível, escoam-se pelo ralo conquistas admiráveis da política nacional.   Na hora de diagnosticar o presente, tem-se optado por abrir mão do futuro.  O Brasil tem permanecido à deriva de uma crise sem fim.   As autoridades deixaram